Conheça o PIS/PASEP: benefício que é direito dos trabalhadores

Está difícil lidar com todas as despesas ou mesmo ter um dinheiro extra para realizar um sonho? Então, a boa notícia é que com o PIS/PASEP, você pode ter até um salário mínimo a mais na sua conta todos os anos.

A melhor parte? Tanto os trabalhadores CLT, quanto funcionários públicos podem ter direito a este benefício. Quer saber se você vai recebê-lo? Então, confira o passo a passo de como consultar e sacar o seu abono salarial.

O PIS e o PASEP têm como objetivo oferecer um abono salarial anual aos trabalhadores, que pode ser utilizado como você quiser. Ficou interessado em entender como tudo funciona? Então, veja mais informações abaixo.

O que é PIS/PASEP?

O PIS (Programa de Integração Social) e o PASEP (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) se tratam de um abono salarial que é pago anualmente e pode fazer toda a diferença no orçamento familiar. 

Ambos os programas foram criados na década de 1970 e são disponibilizados aos trabalhadores com o objetivo de melhorar a condição de vida dos brasileiros.

Conheça o PIS/PASEP (Imagem: Reprodução/BM&CNews)

Geridos pela Caixa Econômica Federal e pelo Banco do Brasil, esses programas garantem um adicional financeiro aos trabalhadores que se enquadram nos critérios estabelecidos, fortalecendo a rede de proteção social no país.

Qual a diferença entre PIS e PASEP?

Embora o PIS e o PASEP tenham finalidades semelhantes, existem diferenças importantes entre eles. 

O PIS é destinado aos trabalhadores do setor privado e é gerido pela Caixa Econômica Federal. Ele é financiado por contribuições das empresas sobre a folha de pagamento e visa garantir direitos trabalhistas básicos e o abono salarial anual aos empregados de empresas privadas.

Por outro lado, o PASEP é voltado para os servidores públicos e é administrado pelo Banco do Brasil. As contribuições são feitas pelas instituições públicas com base na folha de pagamento e o programa funciona de forma similar ao PIS, mas é específico para os funcionários de órgãos públicos. 

Em resumo, enquanto o PIS beneficia os trabalhadores do setor privado, o PASEP atende aos servidores públicos, ambos com o propósito de assegurar um abono salarial anual.

Como o benefício é calculado?

O cálculo do abono salarial do PIS/PASEP é baseado na quantidade de meses trabalhados no ano-base considerado para o benefício. 

Sendo assim, o valor máximo do abono equivale a um salário mínimo vigente no ano do pagamento, porém esse valor é proporcional ao número de meses trabalhados. 

Ou seja, quem trabalhou todos os 12 meses do ano-base recebe o valor integral de um salário mínimo, enquanto quem trabalhou menos meses recebe o valor proporcional.

Para calcular o valor, basta dividir o valor do salário mínimo por 12 (para obter o valor referente a um mês de trabalho) e depois multiplicar o resultado pelo número de meses trabalhados no ano-base.

Só para ilustrar, se o salário mínimo vigente é de R$ 1.100,00 e o trabalhador trabalhou 6 meses no ano-base, o valor recebido seria de R$ 550,02.

Qual a importância destes benefícios para o trabalhador?

O PIS/PASEP desempenha um papel crucial na proteção social dos trabalhadores brasileiros. Esses programas não só garantem um abono salarial adicional, mas também reforçam a rede de seguridade social, contribuindo para a estabilidade financeira dos trabalhadores em momentos críticos. 

Afinal, o abono salarial pode ser um auxílio importante em diversas situações, como no pagamento de dívidas, compra de itens necessários, reforma da casa entre outros.

Além disso, o PIS/PASEP incentiva a formalização do trabalho, pois os benefícios só são acessíveis aos trabalhadores registrados formalmente, o que, por sua vez, garante acesso a outros direitos trabalhistas e previdenciários. 

Portanto, conhecer e entender o PIS/PASEP é importante para todos os trabalhadores brasileiros, pois esses programas são uma importante fonte de apoio financeiro e social.

Como consultar e sacar o PIS/PASEP?

Como você viu acima, o PIS/PASEP é um direito dos trabalhadores brasileiros, desde que você cumpra com os requisitos estabelecidos pelo programa.

Quer saber quais requisitos são esses, além de descobrir como consultar e sacar o benefício? Então, saiba que podemos te ajudar com isso!

Sobre o autor

Daniele Freitas

Revisado por

S. Thayse

administrator